O exercício físico melhora a qualidade de vida do profissional

Por Priscila Miyamoto

Estamos cansados de saber que atualmente a qualidade de vida é fundamental para todas as tarefas que decidimos assumir. Já quando o assunto é vida corporativa, é extremamente essencial que o colaborador esteja feliz e tenha prazer em realizar suas atividades no ambiente profissional. E para conquistar esse resultado, é preciso se sentir bem consigo mesmo e disposto. Com a ajuda das atividades físicas, isso é possível! Fazendo com que o nosso corpo funcione muito melhor e nossa mente fique muito mais focada.

Segundo o estudo The Business Case for a Healthy Workplace, realizado pela IAPA (Industrial Accident Prevention Association), as empresas têm três pilares para influenciar a saúde e o bem-estar dos seus funcionários, que vão desde a cultura organizacional, que engloba valorização, respeito e compromisso com carga horária. Um ambiente seguro e saudável, independente da área de atuação e recursos pessoais de saúde, que incluem o esforço da corporação em melhorar ou manter a saúde pessoal ou estilo de vida.

Muitas empresas quebram a cabeça para criar ações que engajem seus colaboradores, mas esquecem do essencial. Ir de encontro à saúde e proporcionar isso dentro da companhia é a decisão mais inteligente nos dias atuais. Fazer com que os funcionários saiam um pouco da rotina e afastem os problemas do dia a dia, promove relaxamento e bem estar, além de reduzir possíveis dores e ter uma maior consciência da eficácia corporal e do controle pessoal.

O funcionário que reserva tempo para se exercitar, se encontrará mais disposto e suas responsabilidades irão render muito mais. Além de prevenir inúmeras doenças, passam a ter uma sensação de relaxamento muscular. Uma melhora na capacidade de concentração é notada, junto com a redução do stress e ansiedade. A estima também fica elevada e automaticamente surge um bom equilíbrio emocional.

Já para as empresas, proporcionar um benefício voltado à saúde, traz retornos diversos, como melhoria nas relações interpessoais, clima organizacional descontraído, redução dos gastos relacionados às doenças ocupacionais e de substituição de pessoas, aumento da produtividade, e engajamento dos colaboradores. Segundo o estudo, ajuda também a reduzir obesidade, vícios em bebidas alcoólicas, cigarros e estresse de seus colaboradores.

É claro que não há como definir exatamente quais são os melhores resultados aplicados com a atividade física e o benefício oferecido. Mas é importante incentivar o profissional e ajudar para que ele possa ser feliz dentro e fora do ambiente corporativo. No final, todos saem ganhando.

Priscila Miyamoto é é formada em Administração de Empresas, pela Universidade de São Paulo. Tem vasta experiência em Marketing e suas vertentes, já atuou em empresas como Banco Itaú, PayPal, além de startups e consultorias do segmento de tecnologia e inovação. Atualmente é a Sócia-diretora responsável pela estratégia de Marketing do Gympass.

Fonte: Administradores - 15/02/2016

Links Úteis







Agenda Tributária

  • 18/Março/2019
  • EFD Contribuições
saiba mais

Cotações e Índices

Moedas - 18/03/2019 13:40:30
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,804
  • 3,806
  • Paralelo
  • 3,810
  • 3,990
  • Turismo
  • 3,650
  • 3,960
  • Euro
  • 4,312
  • 4,314
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,803
  • 3,803
  • Libra
  • 5,031
  • 5,034
  • Ouro
  • 158,300
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -
saiba mais
Contabras - Contabilidade e Auditoria

Rua Lisboa 391, Jardim América
CEP 05413-000 | São Paulo - SP
Fone: (11) 3062.2388


Desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)