Trabalhador temporário tem direitos garantidos

Setembro é o mês em que muitas oportunidades surgem nas empresas com a chegada do final do ano e as tradicionais datas festivas envolvendo Natal e Ano Novo. A indústria aumenta sua demanda e a consequência natural para todos os setores desta cadeia produtiva é o aumento na contratação de mão de obra.

Da produção à logística final, o trabalhador temporário tem uma grande oportunidade para uma renda extra que também pode representar uma efetivação mais adiante - e com todos os direitos e deveres que uma contratação através da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Ricardo Huelsmann, analista de rotinas trabalhistas da NOSSA Gestão de Pessoas, listou quais são os direitos que o trabalhador temporário possui - lembrando que o trabalho temporário é regido pela Lei nº 6.019, de 3 de janeiro de 1974, e está presente no capítulo sobre trabalho da Constituição Federal de 1988 .

Direitos do Trabalhador Temporário 

- Tem direito ao registro em carteira de trabalho na condição de temporário;
- Possui remuneração equivalente ao que é recebido pelos empregados da mesma categoria na empresa tomadora;
- Recebe férias proporcionais mais adicional de um terço constitucional;
- Tem direito ao recebimento de horas extras;
- 13° salário proporcional ao período trabalhado;
- Tem direito ao saque do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço);
- Possui descanso semanal remunerado;
- Adicional para trabalho noturno e seguro contra acidente de trabalho;
- Tem direitos aos auxílios do INSS como para maternidade e acidente de trabalho ;
- Vale transporte, alimentação e outros benefícios possuam os demais funcionários efetivos;
- Este período trabalhado como temporário também conta para a aposentadoria.

Aumentando as chances de efetivação

Os trabalhadores temporários também precisam cumprir com excelência a chance de mostrar o seu trabalho, veja algumas dicas de boa convivência para que os candidatos que estão buscando essas oportunidades de final de ano consigam seguir adiante nas fileiras da empresa:

- Procure cumprir os horários estabelecidos para entrada, hora de almoço e/ou de descanso;
- Se não conseguir ir ao trabalho ou tiver que se ausentar, o ideal é justificar essa ausência. Em casos de emergências médicas, levar o atestado tão logo esteja pronto para regressar;
- Evite tecer comentários maldosos ou fofocas sobre terceiros que estejam trabalhando na empresa;
- Essa regra vale também para reclamações a respeito de condições de trabalho ou salário;
- Mantenha-se empenhado em suas atividades. 
- Seja pró-ativo, aprenda o máximo sobre a empresa para utilizar essas informações para melhorar as suas atividades e aproveite a oportunidade;
- Converse com os funcionários mais antigos. Um funcionário que tenha passado pelo mesmo processo que você, melhor ainda. Procure entender como foi todo o processo para ele pois você pode ser o próximo.

Fonte: administradores.com.br

Links Úteis







Agenda Tributária

  • 16/Dezembro/2019
  • INSS | Previdência Social
saiba mais

Cotações e Índices

Moedas - 13/12/2019 16:26:16
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,094
  • 4,094
  • Paralelo
  • 4,050
  • 4,280
  • Turismo
  • 4,040
  • 4,290
  • Euro
  • 4,554
  • 4,557
  • Iene
  • 0,038
  • 0,038
  • Franco
  • 4,165
  • 4,167
  • Libra
  • 5,455
  • 5,458
  • Ouro
  • 193,710
  •  
Mensal - 03/12/2019
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • -0,05
  • 0,04
  • Ipc/Fipe
  • -
  • 0,16
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -0,09
  • Igp-m/Fgv
  • -0,01
  • 0,68
  • Igp-di/Fgv
  • 0,50
  • 0,55
  • Selic
  • 0,46
  • 0,48
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -
saiba mais
Contabras - Contabilidade e Auditoria

Rua Lisboa 391, Jardim América
CEP 05413-000 | São Paulo - SP
Fone: (11) 3062.2388


Desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)