Cinco bons motivos para fazer uma pós-graduação

Conhecimento é a chave? Nem sempre… Claro que a busca pelo conhecimento move boa parte dos estudantes que procuram uma especialização, mas diria que este motivo não passa de 30% do real motivo de se fazer uma pós (dado não embasado em pesquisa científica, ok? Mas sim no que chamo de Cálculo Hipotético Utilizando Técnicas Estatísticas – C.H.U.T.E). Então porque fazer uma pós?

Motivo 1: O título de especialista. Sim, você não será mais um bacharel ou graduado, mas sim um profissional especialista em determinado assunto. Irá agregar conhecimento e um certificado (ou mais de um) muito importante para sua profissão. Lembre que um curso de graduação é um curso generalista que prepara sim o profissional para a carreira, mas não se aprofunda em nenhuma área de conhecimento como o mercado gostaria que fosse aprofundado. Ou você saiu da graduação confiante que estava preparado para “matar um leão” por dia em uma organização?

Motivo 2: Atualizar o CV. Exatamente. Se você está formado a um tempo e não corre atrás de educação continuada, pode ser taxado de acomodado ou desinteressado. Um curso de especialização vai deixar seu portfolio de cursos mais atual e mais focado com a realidade de sua atuação profissional. Faz mais de 5 anos que não estuda? Hmmm. Está na hora de procurar algo.

Motivo 3: Benchmarking de boas práticas. Um curso de especialização deve dar ênfase na prática, coisa que não acontecia na graduação (normalmente). Aprender fazendo é a melhor maneira de aprender. Praticar o que se viu na teoria reforça o conhecimento! Discussões na sala de aula, projetos de intervenção (o TCC hands on, no caso da Lean Academy BR), e aulas com profissionais de ponta atuantes no mercado podem ser um diferencial interessante a buscar em um curso de especialização.

Motivo 4: Networking. Saia do Facebook e vá para o Linkedin! Mas melhor que isto, conheça as pessoas reais! Ampliar a rede de contatos de maneira real com pessoas que tem a mesma afinidade/área de atuação são muitas vezes a grande motivação para se realizar um curso de especialização. Conhecer pessoas que estão no mercado com níveis diferentes de experiência, que trabalham em diferentes ramos e organizações diversas, podendo inclusive ajudar em uma recolocação profissional. Costumo falar isto em minhas aulas… “se não tem o know how, é necessário ter o know who!”

Motivo 5: Mudança de caminho na profissão. Sim, além de se especializar em sua área de atuação, é muito comum “abrir o leque” de conhecimentos, assim como mudar o ramo de atuação totalmente. É possível mirar uma nova profissão, acompanhando as tendências de mercado ou mesmo um gosto pessoal a tempos colocado de lado em função de outras prioridades. Você acha que nasci pensando em ser professor?

Por fim, se for fazer um investimento, faça em estudo e em viagens. Experiências vividas jamais lhe serão retiradas, e nunca, nunca mesmo, desvalorizam.

Evandro Minato

Fonte: administradores.com.br

Links Úteis







Agenda Tributária

  • 29/Março/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2018
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração mensal
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração trimestral
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal
  • PAEX 1 | Parcelamento Excepcional
  • PAEX 2 | Parcelamento Excepcional
  • Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • INSS | Previdência Social | Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut || Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB)
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF)
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc)
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA)
saiba mais

Cotações e Índices

Moedas - 26/03/2019 16:37:29
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,867
  • 3,868
  • Paralelo
  • 3,850
  • 4,040
  • Turismo
  • 3,710
  • 4,020
  • Euro
  • 4,361
  • 4,362
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,892
  • 3,892
  • Libra
  • 5,109
  • 5,112
  • Ouro
  • 163,280
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -
saiba mais
Contabras - Contabilidade e Auditoria

Rua Lisboa 391, Jardim América
CEP 05413-000 | São Paulo - SP
Fone: (11) 3062.2388


Desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)