Aposentadoria de Autônomos em 2019

Que é pensado justamente em um aposentadoria para daqui 15, 20 ou 25 anos.

Mas, apesar tudo isso, por que você tem esse foco de se aposentar daqui 20 anos? Quem te falou que isso é uma boa ideia? Ah, pegamos você, não é mesmo? A verdade é que não existe um certo ou errado, mas tem coisas que você vai precisar repensar… Acompanhe!
Aposentar com 60 anos?

Se você continuar pensando do jeito que você pensa – em se aposentar daqui a 15 ou 20 anos – talvez alguma coisa dê errado se consideramos a sua idade atual.

Vamos entender isso: essa ideia de se aposentar com uma certa idade (que para cada pessoa varia entre 55, 65, 75  anos) é uma ideia que ficou no passado.

É muito simples: você pode estar ignorando que talvez você viva outros 40 ou 45 anos além da sua meta de aposentadoria. Sabia disso? E isso sim, deve ser considerado de fato.

Imagina o que é trabalhar uma vida durante 40 anos e querer desfrutar por outros 45 anos!

Na prática de poupar algo perto de metade do que você ganha hoje para chegar nessa condição… Não não é matematicamente viável. Por quê? Oras, como você vai trabalhar por 40 anos para custear outros 40 anos da sua vida sem trabalho?

A gente, ao menos aqui no Brasil, nunca pensou assim porque a gente “morria” cedo demais… Hoje, a gente morre bem mais velho, né.
O Autônomo

Apesar dessa introdução linda e maravilhosa e totalmente reflexiva, vamos focar no assunto porque estamos falando de quem trabalha como autônomo.

Que nada mais é do que quem trabalha por conta própria e isso significa que ninguém te emprega ou seja, não importa qual seja o seu planejamento, você já não tem o risco de estar conduzindo uma estratégia de ter garantias previdenciárias.

Seja ela de poupar, seja ela de contribuir com o plano de previdência do país ou outra coisa.

Isso sem ter a preocupação de estar conduzindo uma estratégia que poderá ser interrompida abruptamente por um desemprego. Porque você não tem um emprego formal, de trabalhador, com carteira assinada.

Então, pode ser sim que eventualmente em um acidente você perca a sua capacidade funcional capaz a desempenhar sua atividade, que seja impedida judicialmente, mas para isso existem seguros. Tá bom? Então, nada de pânico!
O que seria uma boa estratégia de aposentadoria?

Primeiro lugar: avaliar a contratação de um profissional!

Você é autônomo e não tem a proteção uma empresa que tem direito  a férias, 13º salário, FGTS e caso seja “demitido” você tem que ter uma proteção para os casos em que é impedido de trabalhar.

Afinal, vai ser preciso manter a comida na mesa por alguns meses.

Além desse seguro (que é um profissional para te ajudar) é importante você entender que parar de trabalhar pode ser um péssimo negócio daqui a 20 anos e o fato é que você precisa ajustar os seus planos para daqui a 20 anos deixar de trabalhar com aquilo que não gosta…

E aí adotar uma rotina um pouco mais leve de trabalho.

Um trabalho diferente, um trabalho novo que inspire, pode ser no mundo das artes, talvez. Pode ser algum é complementar a carreira que você tem hoje. Pode ser uma carreira completamente nova.

Então, uma boa estratégia de previdência de aposentadoria que indicaria para você é ter algum profissional para te dar apoio, seguido de: cuide bem de você mesmo.

Isso é importante e tem a ver com a sua saúde mental, física e psicológica.

Se você é o autor você certamente tem um a agenda cheia, mas usar um pouco do seu tempo livre para aprender coisas novas, para estudar coisas novas e experimentar caminhos novos é uma ideia surpreendentemente boa.

Uma viagem de vez em quando, um curso técnico, entendeu? Por isso, ter alguém que te substitua em alguns momentos é uma ótima ideia.
Juntar dinheiro

Agora, depois disso, vamos aquilo que de fato você esperava desse texto…

Quanto for possível de dinheiro juntar… Faça isso.

Quanto é necessário para alcançar algum plano?

Está faltando alguma ferramenta para você fazer uma conta do quanto guardar durante quanto tempo para alcançar um certo objetivo? A ferramenta é usar a própria cabeça para somar isso. Basta ter os números em mãos.

Esse objetivo pode ser montar um negócio próprio, talvez um comércio que retira do seu trabalho autônomo e que consome muita energia. Ou pode ser fazer um curso técnico, alguma coisa que permita exercer uma função que você exerce hoje.

De uma maneira um pouco mais administrativa e de certa forma juntar dinheiro para ter algum complemento da renda que você vai ter do seu trabalho.

Digamos que daqui a 20 anos esteja começando uma nova carreira esteja dando aula sobre o desempenho que você tem hoje. Esteja administrando uma carteira entre aspas de profissionais que atuam em seu nome, mas você consegue ter um pouco mais de rendimento na sua vida.

Então, um plano de previdência complementar pode ser visto com esse projeto de vida que se mantém flexível. A ideia é continuar cuidando da sua saúde, renovando sua carreira para trabalhar quanto for preciso porque a vida está mais longa do que a gente pensa.

Dica extra: Compreenda e realize os procedimentos do INSS para usufruir dos benefícios da previdência social.

Já pensou você saber tudo sobre o INSS desde os afastamentos até a solicitação da aposentadoria, e o melhor, tudo isso em apenas um final de semana?

Uma alternativa rápida e eficaz é o curso INSS na prática: Trata-se de um curso rápido, porém completo e detalhado com tudo que você precisa saber para dominar as regras do INSS, procedimentos e normas de como levantar informações e solicitar benefícios para você ou qualquer pessoa que precise. Não perca tempo, clique aqui e domine tudo sobre o INSS.

Fonte: JornalContabil | 12/02/2019

Links Úteis







Agenda Tributária

  • 13/Dezembro/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • EFD Contribuições.
  • CIDE | Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • Escrituração Fiscal Digital de Retenções e Outras Informações Fiscais (EFD-Reinf)
  • Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos (DCTFWeb)
saiba mais

Cotações e Índices

Moedas - 12/12/2019 08:43:47
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,119
  • 4,121
  • Paralelo
  • 4,090
  • 4,320
  • Turismo
  • 4,080
  • 4,330
  • Euro
  • 4,587
  • 4,589
  • Iene
  • 0,038
  • 0,038
  • Franco
  • 4,194
  • 4,193
  • Libra
  • 5,407
  • 5,412
  • Ouro
  • 194,540
  •  
Mensal - 03/12/2019
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • -0,05
  • 0,04
  • Ipc/Fipe
  • -
  • 0,16
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -0,09
  • Igp-m/Fgv
  • -0,01
  • 0,68
  • Igp-di/Fgv
  • 0,50
  • 0,55
  • Selic
  • 0,46
  • 0,48
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -
saiba mais
Contabras - Contabilidade e Auditoria

Rua Lisboa 391, Jardim América
CEP 05413-000 | São Paulo - SP
Fone: (11) 3062.2388


Desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)