Entrevista de Emprego: 8 perguntas que você deve evitar fazer

Você finalmente conseguiu aquela oportunidade tão esperada de participar de um processo seletivo. Agora, é chegado um momento muito importante: preparar-se para participar da entrevista de emprego. Tão importante quanto saber o que dizer, é saber o que não dizer ao recrutador. Acompanhe a leitura a seguir e descubra 8 perguntas que você deve evitar fazer durante a entrevista. Confira!

Como se preparar para a entrevista de emprego

A partir do momento que o candidato tem a entrevista agendada, é importante se preparar. A primeira “lição de casa” a ser feita é pesquisar bastante sobre a empresa, seu ramo de atuação e conhecer, dentro do possível, as aptidões desejadas para o cargo.

É comum que, durante uma entrevista de emprego, o candidato interaja fazendo algumas perguntas ligadas ao que o recrutador está falando. Não há problema em devolver perguntas e respostas para o entrevistador, mas alguns conteúdos podem ser bastante impróprios ou soar de forma negativa, culminando na eliminação do candidato.

Veja a seguir quais perguntas evitar para se sair bem em sua entrevista:

    Quais são os benefícios da vaga?

É natural que o candidato se interesse em saber quais as vantagens oferecidas para o cargo. Porém, este tipo de informação costuma ser apresentado pelo recrutador em algum momento da entrevista, sem que a pergunta precise ser feita. Precipitar-se para este ponto pode soar como ansiedade ou interesse maior nos benefícios que em outros aspectos da vaga.

    O que a empresa faz?

Pesquisar previamente sobre a empresa demonstra proatividade e comprometimento, características desejadas em um profissional. Por isso, este tipo de pergunta evidencia que o candidato nem ao menos buscou conhecer a empresa à qual se propôs a trabalhar. Tal pergunta pode ser entendida pelo recrutador como amadorismo ou que o candidato está apenas buscando um emprego, independente de onde seja, o que não o destaca diante dos concorrentes.

    Que horas a entrevista acaba?

Começar uma entrevista já querendo saber que horas ela irá acabar pode “queimar o filme” do candidato. Sua pergunta pode demonstrar desinteresse. O recrutador pode entender que você está dando pouca importância à entrevista e que tem pressa em ir embora.

    Usar o uniforme é obrigatório?

Perguntas como estas podem já soar como questionamento às normas da empresa. Regras como estas serão apresentadas em momento oportuno. Além disso, a entrevista ainda nem é o momento de confirmação de sua contratação.

    Eu passei na entrevista?

Esta pergunta pode colocar o recrutador em situação constrangedora. Afinal, muitas vezes a decisão não é tomada por ele de forma individual. Além disso, o próprio entrevistador encerra a entrevista esclarecendo sobre os próximos passos: aguardar o retorno dentro de alguns dias, ser chamado para a próxima etapa, etc.

    Tem progressão salarial?

Perguntar sobre aumento de salário sem ao menos ser contratado pelo salário inicial pode ser um ponto negativo para o candidato. A empresa busca um profissional que combine com o que eles precisam e tem a oferecer. Esta pergunta pode indicar insatisfação com as condições iniciais que estão sendo oferecidas.

    Vocês abonam declaração de horas?

É claro que não soa bem querer saber sobre a possibilidade de ausentar-se do trabalho antes mesmo de começar. Perguntar sobre chegar mais tarde ou sair mais cedo também pode ser motivo de dispensa do candidato. A empresa quer um profissional comprometido com o trabalho. Por isso, explicitar preocupação em ir embora ou ausentar-se pode ser um sinal de falta de comprometimento do funcionário.

    Você é casada(o)?

Este é apenas um exemplo de pergunta de cunho pessoal ao recrutador. Fazer perguntas sobre a vida pessoal é bastante inadequado. A entrevista não é um bate-papo com um novo amigo. Lembre-se que você está sendo avaliado por suas qualidades enquanto candidato. Por isso, limite suas perguntas ao campo profissional.

Esteja pronto para a entrevista

Prepare-se para sua próxima entrevista de emprego. É possível interagir com o recrutador, mas prefira perguntas complementares ao que está sendo discutido, e tenha paciência para que o entrevistador guie o processo. Em geral, é oferecido um momento ao final da entrevista para esclarecer dúvidas. Mas lembre-se de deixar de fora perguntas como as citadas aqui.

Fonte: JornalContabil | 06/08/2019

Links Úteis







Agenda Tributária

  • 10/Dezembro/2019
  • Comprovante de Juros sobre o Capital Próprio-PJ.
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados.
  • Envio da Guia da Previdência Social aos Sindicatos.
saiba mais

Cotações e Índices

Moedas - 09/12/2019 16:09:40
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,133
  • 4,134
  • Paralelo
  • 4,110
  • 4,350
  • Turismo
  • 3,970
  • 4,300
  • Euro
  • 4,572
  • 4,573
  • Iene
  • 0,038
  • 0,038
  • Franco
  • 4,183
  • 4,184
  • Libra
  • 5,437
  • 5,439
  • Ouro
  • 196,320
  •  
Mensal - 03/12/2019
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • -0,05
  • 0,04
  • Ipc/Fipe
  • -
  • 0,16
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -0,09
  • Igp-m/Fgv
  • -0,01
  • 0,68
  • Igp-di/Fgv
  • 0,50
  • 0,55
  • Selic
  • 0,46
  • 0,48
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -
saiba mais
Contabras - Contabilidade e Auditoria

Rua Lisboa 391, Jardim América
CEP 05413-000 | São Paulo - SP
Fone: (11) 3062.2388


Desenvolvido pela TBrWeb
(XHTML / CSS)